"Fazer as contas": Financiamento do WASH em instalações de saúde no Gana

8 min read
WaterAid/ Eliza Powell

À medida que os novos dados oficiais revelam a crise no fornecimento de água, saneamento e higiene (WASH) em instalações de cuidados de saúde em todo o mundo, Chaka Uzondu, gestor de políticas da WaterAid Ghana, faz as contas à necessidade urgente de um salto qualitativo no financiamento para resolver isso.

Financiar água, saneamento e higiene em instalações de cuidados de saúde é essencial para alcançar o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de cobertura universal de saúde para todos, em qualquer local, até 2030. No entanto, muitas instalações de cuidados de saúde a nível global não têm acesso aos serviços essenciais de WASH para garantir a segurança dos pacientes, para prevenir e controlar a propagação de infeções. Os novos dados recém-publicados pela OMS e pela UNICEF – os primeiros dados globalmente representativos sobre este problema – revelam a escala do desafio: estima-se que 45% das instalações de cuidados de saúde nos países menos desenvolvidos, e uma em cada quatro a nível global, não tenham um serviço de água básico.

Desafios dos cuidados de saúde no Gana

O desafio de água, saneamento e higiene (WASH) inadequados em instalações de cuidados de saúde é também uma realidade no Gana, onde o relatório estimou que quase 30% das instalações de cuidados de saúde não possuíam um serviço básico de água. O Gana esteve entre os inúmeros países que não conseguiram fornecer dados suficientes para cumprir a nova definição do ODS de "serviço básico de saneamento", que indica que o saneamento é melhorado e utilizável, com instalações sanitárias específicas para o pessoal, instalações sanitárias com separação por género e local adequado para higiene menstrual, e pelo menos uma instalação sanitária acessível a pessoas com mobilidade limitada. Assim, apesar de os dados indicarem que 83% das instalações de cuidados de saúde no Gana têm "saneamento melhorado", é necessário muito mais trabalho para garantir que cumpre o novo padrão mínimo dos ODS. É também preocupante que se estime que apenas metade das instalações de cuidados de saúde do Gana têm um serviço básico de gestão de resíduos.

Estes desafios são coerentes com os determinados por uma recente análise da situação de dois distritos realizada pela WaterAid Ghana, que revelou que apenas 31% das instalações de cuidados de saúde tinham um abastecimento em rede de água nas alas de maternidade, apenas 3 das 29 instalações de cuidados de saúde tinham sanitários separados para mulheres e homens, e apenas 6 instalações tinham incineradoras funcionais para a gestão de resíduos médicos. À medida que o problema ganha tração a nível global, a pergunta que muitos colocam é quanto custaria financiar WASH em instalações de cuidados de saúde e, consequentemente, que novos compromissos são necessários por parte de governos e doadores?

Fazer as contas

A WaterAid Ghana está atualmente a colaborar com dois distritos para desenvolver planos estratégicos a longo prazo para WASH em instalações de cuidados de saúde. Algo elementar para este processo é estabelecer quanto custa garantir o acesso total aos serviços WASH em todas as instalações de cuidados de saúde nos respetivos distritos. Um dos principais fatores a considerar ao desenvolver este plano de longo prazo é o crescimento populacional. A população atual do distrito de Bongo é de 103 060. Tem uma taxa de crescimento de 2,6%, superior à taxa de crescimento nacional de 1,5. Em 2040, espera-se que Bongo tenha uma população de 176 679 habitantes: um aumento populacional de aproximadamente 73 mil pessoas.

Contexto de WASH em instalações de cuidados de saúde ao nível dos distritos

Hoje em dia, a população de Bongo é servida por 49 instalações de cuidados de saúde. Uma delas é um hospital distrital. O distrito conta com seis centros de saúde e 32 postos de saúde comunitários (CHPS). A principal diferença entre estes é o nível de serviços que prestam, se prestam assistência hospitalar ou não e o tamanho da população que servem. Dezassete dos CHPS não têm, atualmente, qualquer estrutura. Por outras palavras, uma enfermeira de saúde comunitária pode estar a prestar serviços sob uma majestosa árvore baobá, numa estrutura construída pela comunidade recorrendo a material local ou numa estrutura formal construída pelo distrito. Dentro das instalações de cuidados de saúde que possuem estruturas, a maioria delas não possui serviços WASH completos. Excluindo o hospital, apenas algumas instalações de cuidados de saúde têm serviços WASH completos, ou seja, WASH e gestão de resíduos que cumpram os padrões mínimos do ODS. A WaterAid Ghana está atualmente a trabalhar em cinco instalações de cuidados de saúde para fornecer serviços WASH e de gestão de resíduos.

Shower used as a storage room, Ghana.
Chuveiro usado como uma sala de armazenamento em uma instalação de cuidados de saúde, Gana.
WaterAid/Chaka Uzondu

Até 2040, espera-se que o distrito precise de pelo menos 64 instalações de cuidados de saúde para dar resposta às necessidades de saúde da população. As autoridades distritais de Bongo esperam construir mais 15 CHPS nos próximos anos. Isto baseia-se nas informações de uma nova política do Ministério da Saúde, que exige que cada área eleitoral tenha, pelo menos, um CHPS. O objetivo é tornar os cuidados de saúde primários tão acessíveis quanto possível.

Quanto custaria isto?

Determinámos que o distrito de Bongo tem 17 instalações de cuidados de saúde sem estruturas físicas, pois foram inicialmente projetadas para serem postos comunitários. Posto isto, vamos fazer duas suposições. Em primeiro lugar, que o número de instalações necessárias, 64, é adequado para servir a população em 2040. Em segundo lugar, que apenas 32 instalações de cuidados de saúde terão de ser melhoradas. Quanto custa isto para o distrito?

Nas cinco instalações de cuidados de saúde em que a WaterAid Ghana está atualmente a melhorar os serviços WASH, o custo aproximado por instalação é de 356 000 Cedis Ganeses (GH₵), ou 71 200 USD. Assim, o custo do investimento em WASH como parte da atualização de 32 instalações é de aproximadamente 11 392 000,00 GH₵ (2 278 400 USD). Isto não inclui o custo de construção de instalações, que de acordo com a assembleia distrital, é de aproximadamente 400 000 GH₵. O custo de construção de 32 CHPS com o complemento WASH completo é, portanto, de aproximadamente 25 326 000,00 GH₵ (5 065 200,00 USD).

Vale a pena salientar que este é apenas o custo inicial de construção, não considerando o custo do ciclo de vida dessas instalações e serviços. Também não se considera o custo de bens e serviços. Mais importante ainda, não se inclui o custo do pessoal. Porém, esta análise com foco em apenas 32 instalações dá-nos uma ideia da magnitude do desafio de financiar WASH em instalações de cuidados de saúde de um único distrito.

Aumentar a escala

Parte do desafio é que, tal como ilustram os novos dados do JMP, não existem dados suficientes atualmente disponíveis sobre o estado de WASH em instalações de cuidados de saúde de todo o país. No entanto, é possível fazer algumas projeções para ter uma ideia. O Gana tem, atualmente, 256 administrações locais. Suponhamos que cada uma delas tem, aproximadamente, 20 instalações que irão necessitar de investimento completo em WASH. (A partir da análise da situação efetuada pela WaterAid Ghana de instalações de cuidados de saúde em dois distritos, pelo menos 60% delas não possuíam serviços de WASH completos). Se assumirmos ainda que o custo da construção não irá mudar muito, então podemos usar os custos estimados pelo governo local e pela WaterAid Ghana. Isto significa que aproximadamente 5120 instalações de cuidados de saúde no Gana irão precisar de investimento em WASH. Assumindo que as estruturas físicas existem e que só é necessária a inclusão de serviços WASH, então o custo é de, aproximadamente, 1 822 720 000,00 GH₵ (364 544 000,00 USD). Se a construção física de novas instalações for necessária (muito provável, uma vez que houve uma expansão recente do número de administrações locais de 217 para 256), então o custo de construção dessas novas instalações de cuidados de saúde com o complemento WASH completo é de 3 870 720 000,00 GH₵ (744 144 000,00 USD).

Assim, para o Gana, garantir WASH em instalações de cuidados de saúde é um desafio de, pelo menos, três mil milhões, oitocentos e setenta milhões, setecentos e vinte mil Cedis Ganeses. É um número considerável, mas vale a pena colocá-lo em perspetiva. O orçamento anual do Ministério da Saúde em 2019 é de 6 037 506 718,00 GH₵, incluindo 845,7 milhões de GH₵ para despesas de investimento. No entanto, ainda não nos devemos entusiasmar com as possibilidades. O financiamento atual do setor da saúde continua inadequado. A atribuição de despesas de investimento para 2019 é apenas cerca de 46% do que é necessário para fornecer serviços WASH a, pelo menos, 20 instalações de cuidados de saúde em cada distrito, em todo o país.

As promessas de financiamento têm de ser cumpridas, no Gana e em todo o mundo

Em 2001, os países da União Africana, incluindo o Gana, reuniram-se e comprometeram-se a estabelecer o objetivo de atribuir um mínimo de 15% do seu orçamento anual a melhorar o setor da saúde. Infelizmente, poucos governos cumpriram esta promessa. O cumprimento da Declaração de Abuja continua a ser tão crítico como sempre, para que o Gana (e outros países africanos) consigam financiar WASH em todas as instalações de cuidados de saúde e garantir a cobertura de saúde universal.

O financiamento de WASH em todas as instalações de cuidados de saúde é uma oportunidade para permitir a concretização de um Gana além da ajuda, que se caracterize pela cobertura de saúde universal e pelos cuidados de qualidade. Com as prioridades certas, o Governo do Gana pode cumprir os seus compromissos para com o povo ganês.

 

Em maio, uma delegação da WaterAid estará na Assembleia Mundial da Saúde em Genebra, para incentivar os líderes a apoiar uma resolução sobre WASH em instalações de cuidados de saúde. Coloque um marcador na nossa página "Assembleia Mundial da Saúde" e mantenha-se a par dos nossos planos.