Colocar os profissionais de saúde no centro da mudança de comportamento de higiene

on
29 March 2019
WaterAid/ Lis Parham

Como se envolvem as comunidades – e os profissionais de saúde que as integram – na mudança de comportamentos de higiene? A responsável pelo programa Abigail Nyaka descreve a jornada da WaterAid Malawi para criar uma campanha de limpeza.

O comportamento de higiene está no cerne de qualquer intervenção bem-sucedida em saúde pública. No entanto, a mudança de atitudes sociais e a consciência em torno da saúde e da higiene exige tempo, para além de ser um grande desafio na melhoria da saúde pública. Os modelos teóricos e as estruturas práticas, como o modelo ABCDE que a WaterAid usa, podem ser essenciais para incentivar as mudanças necessárias.

No projeto emblemático da WaterAid Malawi, Deliver Life – possibilitado pela ajuda da UK Aid e do povo britânico – usámos o modelo para desenvolver uma "campanha de limpeza" – um pacote para promover a saúde através de materiais interativos de mudança de comportamentos de higiene.

A marca

Com um slogan que é também um apelo à ação ("tiziyamba ndife", que significa "tem de começar por nós"), a campanha visa inspirar todos a proteger os outros através das boas práticas de higiene. Dada a elevada taxa de infeções hospitalares no Maláui, a campanha destina-se, principalmente, aos profissionais de saúde, tendo a comunidade em geral como destinatário secundário.

A campanha tem duas fases:

  1. abordar as normas sociais;
  2. promover comportamentos específicos.

A primeira fase centrou-se no branding da campanha. Criámos um logótipo, música temática, kits de ferramentas manuais e pistas visuais como lembretes de comportamento.

Olive Matchado, Auxiliar de Enfermagem no Centro de Saúde Nayuchi em Machinga, Malawi.
WaterAid/ Dennis Lupenga
Olive Matchado, Auxiliar de Enfermagem no Centro de Saúde Nayuchi em Machinga, Malawi.

A segunda fase centrou-se em aumentar as competências dos profissionais de saúde e membros da comunidade como Olive (foto acima) para praticar, sustentar e transmitir boas práticas de higiene. Isto centrou-se em:

  • lavagem das mãos com sabão
  • utilização correta de sanitários e manutenção da sua limpeza
  • tratamento seguro e armazenamento de água
  • higiene alimentar
  • gestão segura de resíduos de cuidados de saúde.

Para ajudar na aprendizagem, concebemos atividades, incluindo manuais (traduzidos para o idioma Chichewa) para orientar debates comunitários, consultas clínicas e reuniões de profissionais de saúde. Criámos também programas de rádio, desporto e jogos.

Quem são os nossos parceiros?

O projeto Deliver Life é implementado em três distritos pelos nossos parceiros AMREF Health Africa, Evangelical Lutheran Development Service (ELDS), Iniciativa Nacional para a Educação Cívica (NICE) e governo local distrital – Água, Saúde e Nutrição, bem como departamentos de Agricultura.

As direções de Serviços de Saúde Preventiva e Gestão da Qualidade do Ministério da Saúde foram fundamentais no pré-teste com as comunidades e nos ajudou a associarmo-nos a outras iniciativas de comunicação no país para evitar duplicações de esforços. Nós garantimos que eles lideraram o processo, para que possam facilmente assumir o projeto e fazê-lo durar.

O que conseguimos até agora?

Era importante criar o pacote com base em evidências, por isso realizámos investigações formativas que ajudaram a gerar visões valiosas para a equipa criativa sobre os comportamentos que precisávamos atingir.

Através da formação de formadores e sessões de formação para os voluntários distritais, construímos a capacidade do governo de nível distrital e parceiros de implementação para implementar a campanha.

Lançada pelo Ministro da Saúde e da População, Atupele Muluzi, a campanha conta com dois temas: “Promoção da higiene profissional da saúde campeonato” e "Banja la ukhondo Banja la chitsanzo" ("família saudável, família feliz"). Este lançamento foi alinhado com as atividades em torno do Dia Mundial da Lavagem das Mãos, e falámos sobre a campanha no Simpósio Nacional de Médicos.

Para atrair mais atenção do público, também convidámos os famosos comediantes MacArthur Matukuta, Tame Mwawa, Stanley Kadzuwa e Maureen Jumaina para atuarem durante o lançamento.

Foram desenvolvidos três jingles para ajudar a promover bons comportamentos de higiene nas comunidades, que a estação de rádio comunitária Nkhotakota passou em dez distritos da região central. No final de cada revista de rádio havia uma pergunta de questionário para os ouvintes responderem por SMS, para que pudéssemos avaliar a escuta e se as pessoas estavam a receber as mensagens. As respostas foram esmagadoras. Houve também uma emissão ao vivo durante a qual os ouvintes ligaram para fazer perguntas aos painéis.

Envolvemos o músico gospel Jeremiah Chikhwaza, que compôs uma canção temática "Banja la Chitsanzo" ("Família modelo") promovendo os benefícios dos cinco comportamentos de higiene. Aprovada pelo Ministério da Saúde, a música está a ser tocada em estações de rádio juntamente com outros jingles. Outros meios de comunicação, incluindo as redes sociais, serão usadas para divulgar a música e fazer com que as mensagens cheguem ao maior número de pessoas possível.

Nos dois primeiros anos de implementação, o projeto Deliver Life forneceu infraestrutura WASH em 10 centros de saúde; e alcançou 12.544 pessoas com água e 20.407 com saneamento. A partir de 25 de fevereiro de 2019 (dia do nosso Simpósio Global de Higiene), a campanha limpa alcançou 123.905 pessoas com mensagens e ações de higiene.

Principais lições

Conceber pacotes atraentes requer uma mente aberta e paixão. Aprendemos que as novas iniciativas e as inovações correspondentes levam tempo a serem postas em prática, por isso é vital dar tempo suficiente aos processos iniciais. Por outro lado, a adaptação dos materiais existentes para se adequar à campanha trouxe um toque surpreendente e familiar às mensagens.

É essencial garantir que o pessoal das instalações de saúde “adiram” à campanha. Eles podem aumentar a propriedade das comunidades através da sua alta credibilidade e posição de confiança nas comunidades, e promovendo a mudança de comportamento de higiene nas conversações de saúde existentes.

A enorme carga de trabalho e o longo horário de trabalho dos profissionais de saúde em ambientes de baixo rendimento continuam a reduzir a medida em que praticam bons comportamentos de higiene, mesmo quando estão conscientes e dispostos.

Where do we go from here?

The Deliver Life project ends this month (March 2019), but we have ensured that the campaign is incorporated within traditional systems, such as health care worker meetings, client sessions at static clinics targeting outpatients departments, under-five growth monitoring clinics and community discussions.

We will continue to engage and train more district-based mentors, to ensure the campaign’s sustainability.

Together with our partners, we will regularly monitor alignment of campaign activities with deliverables and potential outcomes, through monthly meetings with community volunteers. In addition to self-reporting and in-situ observation, implementing partners and officials from the district-level Ministry of Health will collect data on behaviour through spot-checks.

We envision that our campaign will break the walls that prevent action on hygiene among health care workers and patients, and build the bridges and pathways needed to attain healthy lives through practicing good hygiene behaviours.

UK Aid