Funcionalidade das estações de tratamento de águas residuais em países de rendimentos baixos e médios

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 6 inclui metas para alcançar o acesso universal ao saneamento gerido com segurança e reduzir para metade a proporção de águas residuais não tratadas.

O tratamento de águas residuais recebe quantidades consideráveis de financiamento oficial de ajuda ao desenvolvimento dos doadores. No entanto, em muitos contextos, a má funcionalidade e sustentabilidade das estações de tratamento de águas residuais são questões recorrentes, e há poucas evidências sobre a extensão e as causas dos problemas.

Encomendámos um estudo para colmatar esta lacuna. A análise documental resultante descreve os fluxos de assistência oficial ao desenvolvimento para estações de tratamento de águas residuais, apresenta as evidências sobre as taxas de funcionalidade dessas instalações e analisa as causas da má funcionalidade e as lições de experiências bem-sucedidas. Também pode fazer download do resumo de políticas, que sumariza as principais conclusões e apresenta a nossa visão sobre a resposta necessária e o papel que os governos e os doadores podem desempenhar (também disponível em francês, espanhol e português).